Especial Sapo 24: Saramago, 20 anos do Nobel

Aconselhamos a leitura do Especial que celebra os vinte anos de atribuição do prémio Nobel a Saramago. Contém um mapa interativo a propósito do Memorial do Convento; as homenagens; as memórias que ficaram desses tempos.  Mário de Carvalho, Lídia Jorge, Álvaro Siza e Jorge Vaz de Carvalho escrevem sobre Saramago.

Novidade na Biblioteca: SuperInteressante, 246

Na SuperInteressante de outubro, destacamos os seguintes artigos:

Olho para ver tudo – Telescópio gigante Magalhães; Fotografar o impossível – Em busca de buracos negros;  Processadores inteligentes – A próxima geração de microchips; O futuro em celulóide – Ficção científica no grande ecrã; Olhos nos olhos – Como os animais captam a luz; Ovos de trilobite – Descobriram-se agora os primeiros; Psicologia canina – Em que pensam os cachorros?; Alimentos em perigo – Das bananas ao trigo e ao café; Banhos de floresta – Benefícios de passear no verde; Recordar a guerra – Batalhas registadas pela arte; O monstro de Auschwitz – Josef Mengele, o “Anjo da Morte”; Pedras falantes – Herança dos nossos antepassados; A invenção democrática – Uma transição política decisiva.

Novidades na biblioteca: National Geographic, 211

Chegou a revista de outubro.
O artigo de capa concentra-se este mês “na Amazónia e nas chamadas tribos incontactadas, as comunidades indígenas com escasso ou nulo contacto com o mundo moderno. São cápsulas do tempo da evolução da nossa espécie, mas carecem de proteção. O avanço desmedido da desflorestação coloca em risco as últimas tribos”.
Outro artigo aborda “um projecto de investigação biomédico que começou há mais de duas décadas com um mergulho inesperado numa gruta algarvia e que culmina agora com a aprovação de uma nova patente com aplicações terapêuticas”.
“Em plena expansão económica chinesa, justifica-se uma questão premente: como se alimenta o gigante asiático e que implicações para o mundo terá o investimento chinês nas ciências agrárias? Em campos distantes, reinventa-se a agricultura.”
Com a revista, viajamos ainda para “o Irão à procura das comunidades nómadas”.
E “em Portugal assinalamos um ano sobre os incêndios devastadores da Beira Alta através do projecto documental de um fotógrafo que decidiu registar tudo o que se perdeu por acção do fogo em 15 e 16 de Outubro de 2017”.