Dia 2 – Semana Raul Proença na Biblioteca

O segundo dia da Semana Raul Proença na Biblioteca trouxe acontecimentos extraordinários.

O primeiro foi a apresentação da Alice Santos e da Beatriz Ribeiro, alunas do 12º ano, sobre a cultura japonesa. Partilharam com o público o seu interesse pelas formas diversas que essa cultura assume – anime, manga, cosplay – bem como conhecimentos e curiosidades sobre o Japão. Descobrimos em conjunto uma pequena mas intensa comunidade na escola que partilha este mesmo interesse e anunciamos que a Alice e a Beatriz já deixaram um legado: a promessa de alguns alunos em dar continuidade à Comic Con Raul no próximo ano letivo! As duas alunas bem podem sentir-se orgulhosas pela qualidade do trabalho que apresentaram e pelo clube de fãs que ganharam!

Outro momento extraordinário aconteceu depois de almoço, quando as turmas do 2º A e do 2º B da EB Bairro dos Arneiros vieram até à “biblioteca dos grandes” mostrar a exposição “O Elefante cor-de-rosa”, que criaram depois da leitura do livro com o mesmo nome, que aborda a importante questão dos direitos humanos. Os alunos trouxeram colegas de outras turmas da sua escola e juntos pudemos ouvir momentos musicais com muita qualidade e que deixaram orgulhosos todos os que estiveram presentes! Parabéns aos alunos e às professores envolvidas!

Pouco depois, no âmbito do projeto Clássicos em Rede, teve início a palestra “Mistérios do Calendário”, proferida pela Prof. Dr. Félix Costa, Matemático do Instituto Superior Técnico, a que puderam assistir alunos do ensino secundário. Levantaram-se questões relacionadas com a contagem do tempo e aprendeu-se a calcular o dia da semana de qualquer dia passado ou futuro.

Para terminar bem o dia, embora já fosse noite, o 10 CT4 convidou os seus pais, encarregados de educação, amigos e professores e fez uma apresentação dos projetos de articulação curricular e de cidadania e desenvolvimento que concretizaram até ao momento. Um excelente momento de partilha de experiências que demonstra que os nossos alunos estão empenhados em aprender mais, saber mais e construírem um mundo melhor.

Batalha da Leitura / Poesia 2018-2019 – Batalha de Turma e Batalha de Escola

Mais um ano, mais uma Batalha da Leitura / Poesia!
Tal como nos anos anteriores, os professores de Português e as suas turmas iniciam os jogos de guerra, batalhando para encontrar um representante de cada turma para o exército da Escola Secundária de Raul Proença. É a fase de Batalha de Turma!
A fase de Batalha de Escola realiza-se na Biblioteca, no dia 13 de fevereiro, pelas 17 horas. Cada aluno deve preparar a leitura expressiva de um poema à sua escolha e ser-lhe-á solicitada outra leitura expressiva, de um poema que lhe é atribuído no momento da prova. O júri reúne e delibera. Os resultados são divulgados no dia 14 de fevereiro.
Os três melhores classificados do 3º ciclo do ensino básico e os três melhores classificados do ensino secundário recebem como prémio a possibilidade de integrarem um workshop com a autora e ilustradora Marina Palácio, intitulado «Como nasce um livro», no dia 27 de maio.
O melhor classificado do 3º ciclo do ensino básico e o melhor classificado do ensino secundário participam na Batalha final, em representação da Escola Secundária Raul Proença, no dia 28 de maio, em Óbidos.

Encontros com Escritores: João Tordo

No próximo dia 12 de novembro, pelas 12 horas, a convite do professor Francisco Marques, o escritor João Tordo irá encontrar-se com alunos das turmas 10AV, 10CT3 e 11CT1 para uma conversa sobre livros, escrita, criatividade e cultura moderada pela professora Ana Filomena Curado. O evento acontece na Biblioteca da Escola Secundária Raul Proença e é aberto à comunidade escolar, estando limitado ao número de lugares disponível.

Especial Sapo 24: Saramago, 20 anos do Nobel

Aconselhamos a leitura do Especial que celebra os vinte anos de atribuição do prémio Nobel a Saramago. Contém um mapa interativo a propósito do Memorial do Convento; as homenagens; as memórias que ficaram desses tempos.  Mário de Carvalho, Lídia Jorge, Álvaro Siza e Jorge Vaz de Carvalho escrevem sobre Saramago.